Personagem de Nívea Stelmann se chamará Noemi em A Terra Prometida, nova novela da Record

05/11/2015

Fonte: site Xuxa Meneghel

Convidados do Xuxa Meneghel da última segunda-feira (26), Cristiana Oliveira, Nívea Stelmann e Kadu Moliterno são os novos contratados da Rede Record e estarão em A Terra Prometida, a nova novela bíblica da emissora. Nos bastidores do programa, os atores falaram sobre o trabalho na nova casa.

Nívea Stelmann será Noemi em A Terra Prometida, personagem que promete momentos marcantes na trama.

— Ela é bem fofoqueira e fala muito sobre a vida dos outro!

As novidades para Nívea vão além da vida profissional. A atriz é mãe de Miguel, de 11 anos, e está relembrando os cuidados com um bebê com a filha Bruna, nascida ano passado.

— Para mim é um grande recomeço. Até com minha filha, que me deu uma vida nova!

Reencontrando amigos e conhecendo novas pessoas, os três atores estão felizes e empolgados com o novo passo na carreira. A novela já está em produção e as gravações começam em breve. Para Nívea, a expectativa é das melhores!

— Nessa novela, o ambiente dos bastidores vai ser muito gostoso. Estamos loucos para começar a trabalhar!

drg6wgxq9_29e7d4b9ib_file

8qe5u8de18_7bjcn2dda1_file

Nívea Stelmann: “Decepção faz parte da vida”

03/11/2015

Fonte: Leo Dias

Antes de começar uma vida nova na Record (ela fará ‘Josué, a Terra Prometida’), Nívea Stelmann volta a passar um tempo nos Estados Unidos. Da primeira vez, muita gente achou que ela havia decidido sair do Brasil por conta do fim de seu contrato com a Globo. Mas não! Lá, ela comprou uma mansão e pensa, um dia, criar os filhos na segurança da América. Agora, ela fala abertamente de como sua vida mudou depois de ser ‘global’. E admite que muita gente mudou com ela depois da perda de seu crachá da Globo.

14_nivea_leodias_620Você foi convidada pela Record quando ainda estava na Globo?
Não. Acredito que eles só convidem depois que o contrato acaba. O meu de 20 anos acabou em novembro do ano passado. Não fui antes para a Record porque estava na dúvida se mudaria ou não para os Estados Unidos, que ainda é um projeto de vida para mim que foi apenas adiado.

O Marcello Antony pediu R$ 100 mil à Record? Quanto você pediu? Mais ou menos?
Soube por você (risos). Não vou falar o meu salário, mas estou feliz com o que o meu empresário fechou.

Você se decepcionou com o meio artístico?
Com algumas pessoas sim. E muito. Mas não posso generalizar. Ainda amo muita gente. E decepção faz parte da vida de todo mundo. Não precisa ser do meio artístico.

Na Globo, o que vale mais: o talento ou os contatos?
(Nívea preferiu não responder).

Você disse que vai voltar ao Brasil para trabalhar, mas esse tempo fora não pode ser ruim? Você não vai ficar longe do mercado?
Estou aqui enquanto não começo a gravar… Quando eu vier para os Estados Unidos, eu vou vir de vez, então não me preocupo em ficar longe do mercado. Vou estar fora mesmo (risos).

Desde que você se casou com o empresário Marcus Rocha e teve a Bruna, a sua carreira ficou em segundo plano?
Ficou. Por opção. Fiz um longa, um canal no YouTube,alguns comercias e presenças escolhidas a dedo para não ficar longe dela. Nunca mais vou ser mãe e não queria perder esse momento trabalhando feito louca. Já fiz isso com o Miguel e só não me arrependo porque levava ele para todos os lugares. Mas agora, com dois filhos de dez anos de diferença entre eles não dá mais pra fazer isso. Então, preferi ficar com ela e amamentar um ano. Agora, estou pronta para gravar e voltar correndo para casa (risos).

Nívea Stelmann fala sobre as diferenças entre ser mãe de menino e menina: “A educação [dos dois] é igual”, disse a convidada da Hora do Faro

06/07/2015

Fonte: site Hora do Faro

6pom28a5j6_7a9kcl4tq6_fileCorujíssima mamãe de duas crianças, Nívea Stelmann fica radiante ao falar dos seus filhos – Miguel, de 11 anos, e Bruna, de um ano e três meses. Para ela ser, é sempre uma descoberta gostosa ter um casal de crianças em casa: “A diferença está em poder brincar de boneco ou de boneca”.

Para ela, a educação dos filhos deve ser a mesma. “A diferença está mais na nossa cabeça, porque a educação é igual. Tudo o que você quer para o seu filho, você quer para sua filha, você pensa em educar da mesma forma”, explicou. Miguel, seu filho com o ator Mário Frias, é daqueles filhos presentes e carinhosos: “Aquela coisa de mãe de menino, em que existe Édipo. O menino vai ser sempre apaixonado por você, o que é verdade, meu filho até hoje fala ‘mãe, como você está linda’, ‘mãe, não sei o que’”.

Segundo Nívea, meninos são mais companheiros com suas mães: “É uma cumplicidade muito gostosa, ele é mesmo meu grande amor”. Já a chegada de Bruna trouxe para atriz novas experiências: “Minha filhota é essa coisa de brincar de boneca, de poder vestir, de poder cuidar, educar uma menina, de ensinar a ser mais graciosa”.

Para Nívea Stelmann, existe uma identidade maior entre mãe e filha. “É gostoso ter esse vínculo entre nós duas, então acho que isso é muito bom”, finalizou.

Nívea Stelmann vive vítima de violência sexual no cinema: “Foi muito denso”. Durante os bastidores da Hora do Faro, atriz revelou ao R7 detalhes da personagem

05/07/2015

Fonte: site Hora do Faro

8kalp4ted9_6djvar2cf9_fileDurante os bastidores da Hora do Faro, Nívea Stelmann revelou ao R7 detalhes da personagem que vai viver em seu quarto longa-metragem, Alcunha.

No filme de Ricardo Rama, a atriz aparece nua, no papel de Débora, vítima de violência sexual praticada por um serial killer.

— Eu me dediquei muito, foi muito denso. Mas como eu estava trabalhando com um diretor que eu tenho uma super intimidade, que é o Ricardo Rama, e um ator supersensível, querido, que é o Luiz Guilherme, a gente conseguiu fazer uma cena bem bonita, bem real, e eu acho que ficou muito tranquilo.

— Quando o diretor escreveu esse roteiro, ele se baseou em sequestros em que a pessoa fica quinze anos sequestrada, em que te roubam a vida.

— Estar longe de sua família, perder seu rumo, perder quem é você, sua vaidade. Tudo isso foi bem dividido no filme.

No longa, a personagem fica sete meses reclusa em um cativeiro.

Com 41 anos recém-completados e um ano e três meses após dar a luz a sua segunda filha, a atriz contou que o momento que vive foi crucial para dar vida à personagem.

— Antes do sequestro a personagem estava com um bebê e o deixou em casa e isso para uma mãe é ‘surtante’, ainda mais agora que eu tive uma bebê. Sei o vínculo que é, principalmente quando você está amamentando, não consegue ir na esquina sem seu filho. Tudo isso foi ficando muito forte.